quarta-feira, 27 de junho de 2012

Passagem para a praia

P3030008.JPG


Os tempos são outros. Todas as comodidades são poucas. Eu sei que é preciso proteger as dunas. Daí os passadiços de madeira, nem sempre bem cuidados. Mas nos meus tempos de menino, estas regalias eram um luxo. Agora compreendem-se e aceitam-se. Nessa altura, com pouca gente a invadir as praias, certas praias, com a sua virgindade, eram realmente mais bonitas. Ou não?

Sem comentários:

Universidade Sénior atribuiu troféus

Para memória futura Na sexta-feira, 29, à noite, no Centro Cultural de Ílhavo, realizou-se a I Gala da Fundação Prior Sardo (FPS), ...