Diocese de Aveiro aposta na Cultura







Os 75 anos da restauração da diocese de Aveiro, que se assinalam em 2013, vão ser marcados por diversas atividades culturais, como uma exposição, debates, concertos, uma encenação, um ciclo de cinema e um congresso.

De 20 de janeiro a 7 de abril de 2013 realiza-se a exposição “Diocese de Aveiro – Presente e Memória”, que vai envolver artistas plásticos e poetas, refere o programa enviado ao Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

A iniciativa, que tem lugar no Museu de Aveiro, vai apresentar a história da diocese, peças de arte sacra e o espaço “Diocese em números”.

A organização pretende convidar alguns artistas a participar através da criação de uma obra inspirada no tema “O transcendente presente”. As peças vão ser expostas numa secção temporária.

«Com esta manifestação cultural vamos mostrar uma Igreja viva e ativa com objetivos claros e criativos, assumindo as bem-aventuranças como caminho e transformação de vida, e manifestando a alegria de ser cristão», sublinha o texto de enquadramento da exposição.

«Acreditamos que é através da cultura que as pessoas evoluem, criam conhecimentos, desenvolvem sensibilidades e afetos, alargam horizontes e assim criam bases mais fortes que lhes permitirão sair deste desânimo que o momento de crise atual provoca, com uma nova atitude de esperança», realça a nota.

Para 1 de fevereiro está marcada uma sessão de poesia e música nos claustros do museu, que ocupou o Convento de Jesus, e no primeiro dia de março realiza-se um encontro com a presença de artistas, que falarão do seu processo criativo.

O caderno de encargos prevê uma visita guiada no dia de inauguração e a elaboração de um guia para oferecer aos visitantes.

A organização da “Missão Jubilar” da diocese explica que a «agenda cultural e festiva» não pretende «ser só espetáculo», mas também ouvir o que a sociedade espera da Igreja.

«As sessões/debate, os concertos, a encenação e o congresso acontecerão nos diversos arciprestados da diocese, permitindo que todos tenham algum destes momentos no decurso da Missão», aponta o documento. «Estas ações não se fecham ao arciprestado que as recebe mas são sempre para toda a diocese», observa.

A primeira atividade decorre a 30 de novembro de 2012 com um debate sobre ação social, no arciprestado de Vagos, seguindo-se, a 29 de dezembro, o concerto de Natal no arciprestado de Murtosa.

“Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso” é o tema da sessão de 25 de janeiro, no arciprestado de Estarreja. No dia 16 de março sobe ao palco a encenação “A Paixão de Cristo” (Ílhavo) e a 6 de abril realiza-se o concerto de Páscoa (Albergaria-a-Velha).

A 26 de abril o arciprestado de Águeda recebe o debate “Economia e mundo operário” e a 18 de maio ouvir-se-á o “Concerto Vida” e um ciclo de cinema alusivo ao tema, ambos em Sever do Vouga.

O concerto comemorativo da publicação da bula “Omnium Ecclesiarum”, que restaurou a diocese de Aveiro, decorre na catedral a 24 de agosto, 75 anos depois de o documento ter sido assinado pelo papa Pio XI.

No dia 28 de setembro ouve-se o “Concerto de Outono” no arciprestado de Oliveira do Bairro e a 25 de outubro realiza-se o debate “Família, casamento e sexualidade” (Anadia).

O congresso diocesano está agendado para 9 e 10 de dezembro em Aveiro e no dia 11, último dia das comemorações, ocorre o concerto evocativo da execução da bula da restauração, 75 anos após a sua publicação.

A diocese, uma das únicas em Portugal com setor da Pastoral da Cultura formalmente instituído, quer que a Missão Jubilar, com abertura solene a 21 de outubro, chegue ao mundo cultural, associativo, político, económico, da saúde, educação, forças de segurança, prisões e outros».

A diocese de Aveiro foi criada pelo papa Clemente XIV a 12 de abril de 1774, a pedido do rei D. José I, tendo sido extinta por Leão XIII a 30 de setembro de 1881. Foi restaurada a 24 de agosto de 1938 e a sentença executória ocorreu em 11 de dezembro de 1938.



Rui Jorge Martins

Li no SNPC





- Posted using BlogPress from my iPad

Comentários